Concelho Figueira da Foz

Opinião

No nosso país ainda há muita tendência para se escolher baronetes em detrimento de pessoas realmente interessadas, com capacidade para trabalhar em grupo e no seio da comunidade.

 

Nunca se ultrapassar o limite do bom senso e do que é razoável”. Assim fixou António Costa a orientação para o Orçamento de Estado para 2021. Acho sinceramente que tinha toda a razão. Falemos então de bom senso e razoabilidade